Governo estuda instalar Unidade de Conservação em Martins

A Prefeita de Martins, Mazé, recebeu nesta quinta-feira, dia 18, em seu gabinete, o Diretor Geral do IDEMA, Leon Aguiar; Secretário de Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar do RN (Sedraf), Alexandre Lima; o Coordenador do Núcleo de Unidades de Conservação do Estado (NUC), Rafael Laia; e os Assessores Técnicos do órgão ambiental, Francisco Freitas e Josivan Nascimento. A pauta da reunião foi para tratar acerca das questões ambientais do município de Martins e propor o projeto para implantar o Monumento Natural – Cavernas de Martins, primeira Unidade de Conservação Estadual no Alto Oeste.

Veja abaixo a transcrição na íntegra da matéria que foi publicada na página online do IDEMA – INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E MEIO AMBIENTE, no site do Governo do Estado do RN sobre esse assunto.

Governo estuda instalar Unidade de Conservação em Martins

Em visita técnica a Martins, nesta quinta-feira (18), o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf) e do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, esteve reunido com a gestão municipal para tratar acerca das questões ambientais do município e propor o projeto para implantar o Monumento Natural – Cavernas de Martins, primeira Unidade de Conservação Estadual no Alto Oeste.

A reunião aconteceu na sede da Prefeitura com a presença do diretor-geral do Idema, Leon Aguiar, do secretário da Sedraf, Alexandre Lima, e da prefeita, Maria José Costa.

Para o diretor-geral do Idema, Leon Aguiar, o fortalecimento do diálogo com os municípios é fundamental para otimizar os trabalhos com segurança jurídica, técnica e apoio mútuo às questões ambientais. “Ao pensar na instalação de um Monumento Ambiental, em Martins, estamos favorecendo o desenvolvimento sustentável da região e do Estado. Além disso, o município poderá ter a primeira Unidade de Conservação (UC) do bioma Caatinga no Alto Oeste, e também, poderá receber projetos de educação ambiental e parcerias com institutos de pesquisa, através da implantação da UC com uma sede do Ecoposto. A prefeitura vai ter um papel chave na consulta à população, sendo voz ativa no Conselho