Diadema

11335532_463016493861276_513190585_n

Construída em 1931, com recursos próprios, pelo Cel. Demétrio do Rego Lemos, administrada pelo seu sobrinho, Dr. Pelópidas Fernandes de Oliveira, então Juiz de Direito da Comarca. Inaugurada no dia do seu aniversário, foi festivamente entregue ao povo martinense, recebendo, por isso, o nome de Rodovia “13 de Maio”.

No projeto inicial dessa Rodovia, contavam-se 72 curvas, que acompanhavam a base e curvatura dos serrotes, e uma única ponte, com extensão de 8 metros. O objetivo da construção da Rodovia foi o intercâmbio comercial entre Martins, Mineiro (hoje Frutuoso Gomes), e Boa Esperança (depois Demétrio Lemos e hoje Antônio Martins), visto que nesses povoados havia estação ferroviária. A localidade “Diadema” é assim chamada, por apresentar uma visão em arco, lembrando esse adorno usado na cabeça, pelas mulheres, para prender os cabelos. E é desse local que se pode ter uma visão espetacular do pôr do sol, além de se avistar, ao longe, o Serrote da Veneza, Pico Branco, Sítio Porção, e outras comunidades pertencentes ao município de Martins.

Copyright © 2013 - Prefeitura de Martins. Todos os Direitos Reservados